Avaliação dimensional de duas resinas acrílicas utilizadas na obtenção de modelos de remontagem em prótese parcial fixa

Orlando Magalhães Neto, Rogério Adib Kairalla, Silas da Cunha Ribeiro, Maximiliano Piero Neisser

Abstract


 

Este trabalho teve o propósito de avaliar a precisão de duas resinas quimicamente ativáveis Duralay (EUA) e Cop Clas (Brasil), utilizadas no preenchimento de copings metálicos, durante os procedimentos de moldagem de transferência e obtenção do modelo de remontagem. Foi utilizado um manequim odontológico dentado do arco superior, do qual foram removidos os segundos pré-molares superiores, simulando espaços protéticos bilaterais. Os dentes contíguos aos espaços protéticos foram preparados para receber coroas metalocerâmicas; quatro copings foram adaptados nos preparos do modelo padrão e foram realizadas dez moldagens de transferência utilizando uma silicona de adição. Para cada molde obtido, a superfície interna dos copings foi isolada e preenchida com resina acrílica Duralay vermelha. Desta forma foram obtidos dez modelos de remontagem. O mesmo foi realizado para a obtenção de mais dez modelos de remontagem, preenchendo agora a superfície interna dos copings com resina acrílica Cop Class. Foram obtidas imagens (HP scanjet 3750c) da superfície oclusal de todos os modelos; estas foram levadas a um Programa de Análise de Imagens, no qual foi possível medir as distâncias entre pontos previamente demarcados nos copings. A média dos resultados (P1-P2 = 35,680, P2-P3 = 15,530, P3-P4 = 45,315 e P4-P1 = 17,105) foram tratados estatisticamente (teste t de Student, teste F de Fischer e Procedimento de Chauvenet) e mostraram não haver diferenças estatisticamente significantes entre os materiais ensaiados.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2006.v9i3.208