Avaliação das características da contenção intra-radicular e tratamentos endodôntico em radiografias periapicais de 1000 dentes

Inês L. Durighetto, João Carlos G. Biffi, Antônio Francisco D. Júnior, Cristiane M. Caram

Abstract


A proposta deste trabalho foi avaliar radiograficamente 1000 dentes tratados endodonticamente e restaurados com contenção intra-radicular, analisando a qualidade do tratamento, relacionando os com a presença de alteração apical. As imagens radiográficas foram digitalizadas e, então, feita a análise, que teve como critério de tratamento endodôntico satisfatório, quando canais obturados de 1 a 2 mm aquém do ápice radicular, massa obturadora homogênea e material obturador remanescente de no mínimo 3mm. O pino foi considerado satisfatório, quando ocupava 2/3 do remanescente dental ou no mínimo o comprimento da coroa clínica, e o diâmetro apresentasse 1/3 do diâmetro da raiz. O Espaço entre o pino e tratamento endodôntico, a descentralização do pino em relação ao longo eixo da raiz, a trepanação e a fratura radicular, foram considerados como pinos insatisfatórios. Lesões periapicais foram identificadas quando da presença de espessamento ou de área radiolúcida no ápice radicular. Ao final deste estudo, foi possível observar a relação, estatisticamente significante, entre tratamentos endodônticos insatisfatórios e lesão periapical, porém não foi observada esta relação entre pino insatisfatório e lesão periapical.



DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2007.v10i2.336