Correlação entre a radiografia panorâmica e tomografia computadorizada na avaliação das alturas ósseas no planejamento em implantodontia

Fernando Comandulli, José C. Dinato, Vinicius Dutra, Cristiano Susin

Abstract


O objetivo deste trabalho é avaliar a correlação entre a altura óssea medida em radiografias panorâmicas e tomografias computadorizadas para a avaliação pré-operatória de implantes osseointegrados. Cinqüenta sítios na região do forame mentual de pacientes que previamente realizaram tomografia computadorizada e radiografia panorâmica para planejamento de implantes osseointegrados nas regiões posteriores da mandíbula foram analisados. A comparação entre a TC e a radiografia panorâmica apresentou uma concordância moderada, sendo que a TC sistematicamente apresentou valores menores que as medições realizadas na radiografia panorâmica, sendo essa diferença (1,6 a 1,7mm) estatisticamente significante (p<0,0001). Os autores sugerem a utilização de uma margem de segurança de 2mm na região de forame mentual, após a compensação da magnificação da imagem, quando for utilizada a radiografia panorâmica.



DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2005.v8i2.389