Influência do preparo biomecânico sobre a microbiota anfibiôntica presente no interior de canais radiculares de dentes com polpa necrótica

Elerson G. J. Júnior, Luís F. Landucci, Sônia P. Barioni, Denise Pedrini

Abstract


O objetivo deste trabalho foi estudar a influência do preparo biomecânico sobre a microbiota presente no interiorde canais de dentes com polpa necrótica. Espécimes de 58 dentes foram coletadas após a abertura coronáriae após o preparo biomecânico. Realizaram-se diluições seriadas em caldo de tioglicolato e alíquotas foram inoculadasem ágar sangue, Mitis salivarius, CVE, TSBV e CFAT, incubadas em anaerobiose (10% CO2 e 90% N2),37ºC, durante 15, dois, quatro, quatro e sete dias, respectivamente. Alíquotas também foram inoculadas em ágarMacConkey, Sabouraud dextrose e TSA, incubadas em aerobiose, 37ºC, por dois, sete e doisdias, respectivamente.Os isolados foram identificados de acordo com características morfocoloniais, morfocelulares e bioquímicofisiológicas.Para análise estatística utilizou-se o teste de Kruskal Wallis e Fisher (α=0,05). Os microrganismosisolados antes do preparo constituíam-se de anaeróbios obrigatórios (71,74%), anaeróbios facultativos (17,66%)e microaerófilos e capnofílicos (10,60%). Após o preparo biomecânico ocorreu redução significativa dos microrganismosanaeróbios obrigatórios. Concluiu-se que a microbiota associada aos sistemas de canais de dentes compolpa necrótica possui predomínio de anaeróbios obrigatórios, sendo que os mesmos mostraram-se mais sensíveisaos procedimentos empregados no preparo biomecânico.



DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2004.v7i2.492