Influência das fontes fotoativadoras led e halógena e do tempo de exposição na microdureza knoop de compósitos odontológicos

Maria Cecília Caldas Giorgi, Carlos Tadeu dos Santos Dias, Luís Alexandre Maffei Sartini Paulillo

Abstract


O propósito deste estudo foi avaliar a Microdureza Knoop (KHN) das superfícies de topo (T) e fundo (F) de uma resina composta em função dos tempos de exposição de 20 e 40s e das fontes de luz: LD13 ponteira de cristal–GGDent (LED1) e LD13 ponteira de fibra óptica–GGDent (LED2) e halógena-Optilux-Demetron (HAL). As amostras foram confeccionadas em matriz metálica possuindo perfuração central (d=5mm, h=3mm). O compósito (Z250- 3MESPE) foi inserido na cavidade em dois incrementos e as amostras (n=5) foram confeccionadas de acordo com os grupos experimentais G1-LED1/20; G2-LED2/20; G3-HAL/20; G4-LED1/40; G5-LED2/40; G6-HAL/40. Imediatamente após a confecção das amostras, realizou-se o ensaio KHN com carga de 25g por 10s. Executou-se 15 perfurações nas superfícies das amostras (T e F). Os dados foram submetidos à Análise de Variância e ao teste de Comparação Múltipla de Tukey (LSMEANS) obtendo-se os seguintes resultados: G6/F 53,12a; G3/F 51,589abc; G6/T 50,972abc; G3/T 48,803bc; G4/F 47,504cd; G5/F 46,088cd; G5/T 44,495d; G4/T 43,884d; G1/F 39,341e; G2/T 35,300ef; G1/T 37,296ef; G2/F 34,788f. Pôde-se concluir que a fonte hálogena apresentou os maiores valores de microdureza Knoop com comportamento semelhante às fontes com LED no tempo de 40s.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2008.v11i4.660