Análise quantitativa do conteúdo de carga inorgânica das resinas compostas Quantitative analysis of the content of load inorganic of the composite resin

Rogério V. Reges, Fernanda de O. B. Côrrea, Gelson L. Adabo, Carlos A. dos S. Cruz, Lourenço C. Sobrinho

Abstract


O propósito deste estudo foi avaliar o conteúdo de carga em massa e volume das resinas compostas. Cinco corpos-de-prova cilíndricos, com 5mm de diâmetro por 2mm de profundidade, foram confeccionados para cada resina composta. Os corpos- de-provas foram fotoativados por 40 segundos e pesados em balança analítica (Sartorius) à seco e imersos em água destilada. Após a eliminação da matriz orgânica realizada em forno elétrico a 700 ºC por 3 horas, os corpos-de-prova foram pesados à seco e armazenados em água destilada, por 7 dias para pesagem em imersão. O conteúdo por massa foi calculado com base nas massas seca do compósito e do resíduo inorgânico e o conteúdo em volume foi baseado na aplicação do Princípio de Arquimedes. Os resultados percentuais em massa e volume, respectivamente, foram: 1) compósitos diretos: Z-100 (81% e 73%); Z-250 (79% e 62%); TPH (74% e 65%); Degufill Mineral (75% e 64%); Tetric Ceram (74% e 57%); Durafill (54% e 43%); Heliofill (55% e 43%); Concept ( 75% e 67%); Wave (58% e 50%); FillMagic (76% e 68%) e Omegaflow ( 62% e 40%). Concluindo, todos os materiais estudados apresentaram composição quantitativa de carga em massa e volume de acordo com o demonstrado na literatura.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2002.v5i2.153