Observações ao microscópio eletrônico de varredura, do esmalte aprismático, em fissuras de molares decíduos erupcionados

Marcelo Fava, Silvio Issáo Myaki, Carolina Judica Ramos, II-Sei Watanabe

Abstract


O objetivo deste estudo in vitro foi de avaliar ao microscópio eletrônico de varredura, a estrutura, freqüência, distribuição e espessura do esmalte aprismático nas regiões superior, média, inferior e fundo da fissura de molares decíduos erupcionados. Foram utilizados 12 segundos molares decíduos inferiores hígidos, que foram fraturados no sentido vestíbulolingual, para análise ao microscópio eletrônico de varredura. Os resultados obtidos, demonstraram que estruturalmente o esmalte aprismático caracterizou-se por apresentar cristais de hidroxiapatita paralelos entre si e perpendiculares à superfície externa do dente. A camada aprismática foi observada em toda extensão da fissura. Observou-se diferença estatisticamente significante, quando a medida da camada aprismática da região do fundo da fissura foi comparada com as regiões superior, média e inferior. Nas demais regiões, quando comparadas entre si, não encontrou-se diferenças estatisticamente significantes.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.1999.v2i2.61