Avaliação da microdureza superficial de quatro diferentes resinas acrílicas para base de dentaduras

Ana Carolina Miessi, Marcelo C. Goiato, Paula P. Ribeiro, Daniela M. Santos, Marcela F. Haddad, Aldiéris A. Pesqueira

Abstract


O objetivo deste trabalho foi avaliar a microdureza superficial de quatro tipos de resinas acrílicas (Onda Cryl, Vipi Wave, Vipi Cril e QC-20 com polimerização convencional e com polimerização por energia de microondas) para base de dentaduras, em função do período de armazenagem, em água, de seis meses. Foram confeccionadas vinte e cinco amostras, as quais foram fixadas em discos acrílicos incolores, devidamente identificados, que foram então polidas em uma politriz e foram submetidas ao teste de microdureza superficial Knoop em um microdurômetro digital (modelo HMV-2T) e posteriormente armazenados em água destilada a 35 + 2°C por seis meses, após o qual um segundo teste de microdureza superficial das amostras foi realizado. Os resultados obtidos foram submetidos à análise de variância e ao teste de Tukey ao nível de significância de 5%. Observou-se que o fator tempo de armazenagem promoveu um decréscimo dos valores médios de microdureza superficial Knoop para todos os grupos estudados, sendo que apenas para os grupos Vipi Cril e QC-20 polimerizado por energia de microondas esta diminuição dos valores foi estatisticamente significativa



DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2007.v10i4.291