Avaliação clínica e radiográfica de restaurações classe II de resina composta em pacientes aleatoriamente escolhidos

Leonardo Marchini, Mônica César do Patrocínio, Rui Manuel Freire Sampaio, Maria Amélia Máximo de Araújo, Márcia Carneiro Valera

Abstract


Os autores realizaram avaliação clínica e radiográfica de sessenta e cinco restaurações classe II de resina composta, em 34 pacientes com idade média de 34,11 anos. Os itens cor, textura superficial, fratura, infiltração marginal, adaptação marginal, coloração marginal, ponto de contato, estado gengival, alteração de contorno, recidiva de cárie e indicação foram avaliados. Com a metodologia empregada, pode ser observado que 93,85% das restaurações não apresentavam recidiva de cárie, 84,62% não possuíam fratura, 32,31% estavam incorretamente indicadas para o caso, 32,31% apresentavam alteração de contorno na face oclusal e 29,23% estavam com a coloração inaceitável.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.1999.v2i1.31