Análise topográfi ca, diametral e quantitativa de túbulos dentinários em canais radiculares de dentes

Mariana Siviero, Marcos U. Aivazoglou, Samira E. A. Camargo, Carlos Henrique R. Camargo, Márcia C. Valera

Abstract


O objetivo deste estudo foi avaliar o número e o diâmetro de túbulos dentinários em canais radiculares, nos diferentes terços, em dentes humanos, visando auxiliar estudos na área da permeabilidade dentinária. Para tal, foram utilizados 24 dentes humanos prémolares hígidos, divididos em 4 grupos de acordo com faixas etárias - G1: 10-15; G2: 16-30; G3: 31-45: G4: 46-80 anos de idade. Os dentes tiveram suas coroas removidas, sendo os canais instrumentados, seccionados longitudinalmente, submetidos ao ultra-som e lavados com EDTA. Em seguida, foram metalizados e analisados ao MEV. Os dados obtidos foram submetidos aos testes ANOVA e Tukey (5%). Quando analisados os terços radiculares, o cervical apresentou a maior média, seguido dos terços médio e apical. Com relação às faixas etárias, o G3 apresentou a maior média de número de túbulos dentinários, tendo o G4 apresentado uma média signifi cantemente menor que os demais. Não foram encontrados, nos grupos estudados, diferenças com relação ao diâmetro tubular. Concluímos que apenas os grupos G3 e G4 diferiram estatisticamente entre si, com relação ao número de túbulos dentinários.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2006.v9i4.454