Avaliação do selamento de restaurações com cimento de ionômero de vidro resina-modificado empregando como pré-tratamento o ácido poliacrílico, ácido tânico e laser de ND:YAG

Dimas R. Lima, José A. P. Salgado, Rodrigo G. Carlos, Monica C. Armond, Maria Amélia Máximo de Araújo, Márcia C. Valera

Abstract


O objetivo desse trabalho, foi avaliar o selamento de restaurações de cimento de ionômero de vidro (CIV), utilizando como pré-tratamento da dentina o ácido poliacrílico, ácido tânico e laser Nd:YAG. Foram preparados 40 terceiros molares humanos hígidos e extraídos por indicação cirúrgica, limpos e armazenados em soro fisiológico. Foram feitos preparos Classe V, na face vestibular com ponta esférica diamantada no 3018 – KG Sorensen, com dimensões 3,0 mm de diâmetro por 1,5 mm de profundidade. A seguir, os dentes foram divididos em 4 grupos, de acordo com o pré-tratamento da dentina: restauração sem tratamento prévio da dentina (grupo 1); restauração com tratamento prévio da dentina utilizando o ácido poliacrílico a 11,5% por 60 seg. (grupo 2); restauração com tratamento prévio da dentina utilizando o ácido tânico à 25%, por 30 seg. (grupo 3); restauração com tratamento prévio da dentina utilizando o laser Nd:YAG, com 160 mJ/pulso, 10 Hz, 1,6 W, com tempo de aplicação de 5 seg., sem contato da fibra com a superfície dentinária (grupo 4). As cavidades foram restauradas com CIVRM (Vitremer 3M), e submetidos à termociclagem, com banhos alternados de 5o e 55o C (+ ou - 2oC) e com 300 ciclos por 30 segundos cada banho, em seguida imersos em solução Rodamina B à 2%, à 37o, por 24 horas. Os dentes foram seccionados e submetidos à leitura das infiltrações em estereomicroscópio. Concluiu-se que os diferentes tratamentos da dentina não influenciaram significativamente
os resultados do selamento marginal de restauração
CIVRM.



DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2002.v5i2.377