Avaliação clínica da neutralização do conteúdo séptico/necrótico do canal radicular: técnica imediata X técnica mediata

Marcia C. Valera, Ana Paula M. Gomes, Marcia M. Menezes, Carlos Henrique R. Camargo, Alberto S. e Silva, Ana Paula Simezo

Abstract


Este trabalho avaliou a eficácia clínica de duas técnicas de neutralização do conteúdo séptico/necrótico do canal radicular. Foram utilizados quarenta dentes indicados para tratamento endodôntico, com lesão periapical visível radiograficamente, cavidade fechada e resposta negativa aos testes de sensibilidade pulpar. Os dentes foram divididos em dois grupos: Grupo 1 - neutralização pela técnica imediata, crown-down com NaOCl 2,5%, Grupo 2 - neutralização pela técnica mediata com tricresol formalina (TF) na câmara pulpar. Os dentes foram selados e após sete dias foram avaliados os sinais e sintomas clínicos, classificando a dor pós-operatória em ausente, leve, moderada e intensa. Ao final do tratamento, os dentes foram obturados com guta-percha e cimento à base de hidróxido de cálcio. Os dados obtidos foram submetidos ao teste exato de Fischer com nível de significância de 5%. Houve ausência de dor na maioria dos casos após as duas técnicas de neutralização avaliadas (65% no Grupo 1 e 75% no Grupo 2); quando presente, verificou-se maior número de casos de dor leve na técnica imediata com NaOCl 2,5% (25%), e maior número de casos de dor intensa na técnica mediata com TF (15%); três casos tratados com TF apresentaram edema pós operatório. Concluiu-se que a neutralização do conteúdo séptico/necrótico do canal radicular, segundo o presente estudo, pode ser realizada por ambas as técnicas.



DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2003.v6i3.600