Influência da esterilização em estufa sobre cones de papel absorvente para endodontia

Cláudio Hideki Kubo, Ana Paula Martins Gomes, Antonio Olavo Cardoso Jorge

Abstract


A presença de umidade no interior do sistema de canais radiculares, após o preparo biomecânico e sua desinfecção, pode influenciar no selamento apical e no êxito da obturação endodôntica. O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do número de esterilizações em estufa sobre a capacidade e velocidade de absorção dos cones de papel absorvente empregados em Endodontia. Foram analisados 440 cones de papel número 40, dos quais dez cones de cada marca comercial receberam de zero à dez ciclos de esterilização em estufa (170????C/ 1hora). Após cada ciclo de esterilização, os cones foram avaliados quanto a capacidade e velocidade de absorção de solução de hipoclorito de sódio a 1%. Os dados foram submetidos à análise estatística por meio dos testes da ANOVA (dois critérios) e Tukey (5%). Pôde-se concluir que, quanto à capacidade de absorção, os cones que sofreram menor influência dos diversos ciclos de esterilização em estufa foram, em ordem decrescente: Tanari, Tanari cell pack, Conne e Diadent cell pack. Quanto à velocidade de absorção, os cones que obtiveram os melhores resultados foram: Tanari, Tanari cell pack, Conne e Diadent cell pack.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.1999.v2i2.53