Análise da efetividade da instrumentação associada à Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana e medicação intracanal na eliminação de biofilmes de Enterococcus faecalis em canais radiculares

Francine Cristina Silva, Lo Ruana Pereira de Freitas, Ana Paula de Almeida Lourenço, Antonio Carlos Ricardo Braga Junior, Antonio Olavo Cardoso Jorge, Luciane Dias de Oliveira, Cristiane Yumi Koga-Ito

Abstract


RESUMO

A eliminação total dos microrganismos dos canais radiculares é um procedimento de dificuldade extrema. O objetivo deste estudo foi avaliar in vitro a efetividade da instrumentação associada à terapia fotodinâmica na eliminação de Enterococcus faecalis ATCC 29212 nos canais radiculares. Foram utilizadas 20 raízes dentárias humanas que foram contaminadas com Enterococcus faecalis (incubação 14 dias). Após 14 dias, foi realizada coleta do conteúdo intracanal que foi semeada em meio de cultura TSA. Os canais foram instrumentados e preenchidos com associação do corante azuleno 25% e Endo-PTC durante 5 minutos e irradiados com laser ArGaAl por 3 minutos, somente no grupo teste. Outras duas coletas foram realizadas, sendo uma imediatamente e outra após 7 dias da terapia fotodinâmica, onde receberam medicação intracanal (polimixina B com clorexidina gel 2%) por 14 dias. Uma última coleta foi realizada após 7 dias da remoção da medicação. Os dados obtidos foram submetidos à análise estatística Mann-Whitney (5%). Concluiu-se que a instrumentação associada a Terapia Fotodinâmica Antimicrobiana frente a Enterococcus faecalis foi efetiva, mas não eliminou totalmente o biofilme intracanal monoespécie. Foi possível concluir também que a utilização da medicação intracanal de clorexidina gel 2% associada a polimixina B apresentou significativa efetividade sobre Enterococcus faecalis.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2010.v13i1/2.11