Aspectos morfológicos e resistência ao cisalhamento em função dos condicionantes de esmalte e dentina

Mário Alexandre Coelho Sinhoreti, Murilo Baena Lopes, Alysson Noryuki Kajishima Konno, Lourenço Correr Sobrinho, Simonides Consani

Abstract


O propósito deste estudo foi avaliar o aspecto morfológico da superfície do esmalte e dentina após vários tratamentos superficiais e também a influência do condicionamento ácido nos valores de resistência ao cisalhamento do primer condicionante Etch&Prime 3.0. Inicialmente, desgastaram-se 50 dentes, sendo 25 em esmalte e 25 em dentina. Cada grupo foi dividido em 5 subgrupos de acordo com o tratamento: 1) condicionamento com ácido fosfórico a 35% por 15s. ; 2) condicionamento com ácido maléico a 10% por 15s. ; 3) aplicação do primer condicionante Etch&Prime 3.0; 4) aplicação do “primer” condicionante Solist; e, 5) o esmalte e dentina foram mantidos hígidos (controle). Após, foram observados em M.E.V., onde observou-se que o ácido fosfórico apresentou maior dissolução em esmalte e remoção da smear layer em dentina, seguido pelo maléico e pelos sistemas condicionantes Solist e Etch&Prime 3.0. Posteriormente, 40 dentes tiveram as faces vestibulares desgastadas até se obter superfície plana de 5mm, sendo 20 em esmalte e 20 em dentina. Dividiram- se as amostras em 4 grupos, de acordo com o tratamento superficial: 1) o primer condicionante Etch & Prime 3.0; 2) o primer condicionante Etch & Prime 3.0 foi aplicado no esmalte condicionado com ácido fosfórico; (3) o primer condicionante Etch & Prime 3.0; e, 4) o primer condicionante Etch & Prime 3.0 foi aplicado na dentina condicionada com ácido fosfórico a 35%. Após, confeccionou-se um cilindro do compósito Z-100 na área tratada para submeter os corpos-de-prova ao ensaio de cisalhamento. Verificou-se que o Ech&Prime 3.0 apresentou, tanto em esmalte quanto em dentina, valores maiores de cisalhamento quando tratados previamente com ácido fosfórico.




DOI: https://doi.org/10.14295/bds.2000.v3i1.67